US LI-RADS 2017 de ACR




ACR apresentou um protocol para alteraçoes hepáticos em pacientes com doença hepatica cronica/cirrose/VHB/VHC.

US LI-RADS 2017 é uma classificação para radiologistas e ecografistas quem trabalha na área de visualização do figado através da ecografia.
 
Padrão nodular tem 3 categorias:
 
US-1 – «Negativo»– classificamos quando não há evidencia ecografica de HCC/ ou tem só achados benignos(hemagioma tipica, quisto hepatobiliar, etc.)
 
US-2 – «Nodulo de caracteristicas sub-limiares»– observação detetado pode garantir controlo ecografico a curto prazo(nodulos de maior diametro menos 10mm, mas não tem sinais certamente benignos)
 
US-3 – «Positivo» – observação detetado garante estudo tomográfico com contraste endovenoso (observações iguais ou maiores de 10mm, não completamente benigno ou qualquer nodulo não completamente benigno, com (novo) trombo nas veias(porta, suprahepatica, etc.)
 
3 categorias dos nodulos na ecografia ligados com pontuação de visualização ecográfica:
 
 A– não tem limitações da visualuzação ou limitações da caracterização são minimais
– fígado homogéneo ou heterogéneo um pouco; atenuação mínima ou parenquima pouco sombreando; visualização do parênquima hepático total ou quase total.
 
 B– limitações moderadas, podem obscurecer massas pequenas
– fígado moderadamente heterogéneo, com atenuação moderada ou parenquima moderado sombreando; algumas porções do parênquima e/ou algumas partes da diafragma não visualizadas.
 
 C — limitações significados, indicam baixa grave de sensibilidade da ecografia por detectar lesoes focais hepáticas.
– fígado heterogéneo/muito heterogéneo, cone ecografico com atenuação significada grave ou parenquima muito sombreando, maior parte do parênquima hepático não visualizado(50% ou mais) ou maior parte da diafragma não visualizada(50% ou mais)

 
Link de PDF gratis (inglês)

Direito authoral: ACR American Colege of Radiology link

0 comentários

Só utilizadores autorizados ou registrados podem adicionar o comentário.