Colestase e pancreatite crónica.

12 imagens
RM T2 FSE cabeça pancreática
image
Homem com hábitos alcoólicos pesados no passado, doença hepática crônica e antecedentes de colecistectomia (por litíase vesicular).
Estado atual: dor ligeira no flanco direito do abdome e hipocôndrio ipsilateral; ureia escura; enfartamento; prurido
Mostrar todas as 12 imagens →

Rotura total da coifa e TPLB; subluxação do ombro.

5 imagens
subluxação inferior da cabeça do úmero
image
Senhora, cerca de 80 anos, depois de queda há 2 dias não teve capacidade funcional do braço(ausencia total dos movimentos ativos e passivos no estudo).
EO: edema do braço, posicionado em rotação interna e adução.
2 dias de terapia AI e imobilização sem efeito.

Mostrar todas as 5 imagens →

Patela alta com subluxação lateral

6 imagens
o tendão rotuliano ligeiramente heterogeneo, com calcificação centimetrica na sua parte distal
image
Um paciente, cerca de 30 anos, com dores no joelho e sensação do «estalo» durante extensão. Terapia AI sem efeito. 
Foi feita seria dos exames (Radiografia, Ecografia e TC) para melhor caracterização.

Mostrar todas as 6 imagens →

US LI-RADS 2017 de ACR




ACR apresentou um protocol para alteraçoes hepáticos em pacientes com doença hepatica cronica/cirrose/VHB/VHC.

US LI-RADS 2017 é uma classificação para radiologistas e ecografistas quem trabalha na área de visualização do figado através da ecografia.
 
Padrão nodular tem 3 categorias:
 
US-1 – «Negativo»– classificamos quando não há evidencia ecografica de HCC/ ou tem só achados benignos(hemagioma tipica, quisto hepatobiliar, etc.)
 
US-2 – «Nodulo de caracteristicas sub-limiares»– observação detetado pode garantir controlo ecografico a curto prazo(nodulos de maior diametro menos 10mm, mas não tem sinais certamente benignos)

Ler mais →

Congresso Europeu de Radiologia (ECR 2018). European Society of Radiology



Caros Colegas!

Lembramos que o Congresso Europeu de Radiologia (ECR 2018) acontecerá entre 28 de fevereiro e 4 de março de 2018 em Viena/Áustria. É maior reunião profissional da nossa área. Como sempre, vai promover e coordenar várias actividades radiológicas, entretanto  acumula cerca de 60 000 sócios de todo o mundo.
Esperemos que quantidade dos membros ativos de países lusófonos vai continuar a crescer.

Mais informação AQUI.

Com os melhores cumprimentos